Motor-Trailer-Nomads-Caio-Castro-Viagem-Russia-0-770x513 Motor Trailer na Reportagem da Revista Contigo  %Image Name

Motor Trailer na Reportagem da Revista Contigo

Pauta da edição deste mês da Revista Contigo, a Expedição NOMADS protagonizada pelo ator Caio Castro junto com mais dois amigos a bordo de um Motor Home da Motor Trailer apresentou sua viagem à Rússia. Após ser despachado por navio até a Europa, foram 25 mil quilômetros rodados pela casa móvel. “Viajar é a melhor forma de descansar a mente e renovar as ideias. Vejo esta possibilidade como um privilégio” declara Castro.

Motor-Trailer-Nomads-Caio-Castro-Viagem-Russia-14 Motor Trailer na Reportagem da Revista Contigo  %Image Name

A VÁRIAS FRASES CÉLEBRES SOBRE VIAGEM. -VIAJAR É nascer e morrer a todo o instante; do pensador francês Victor Hugo (1802-1885); “Para Viajar basta existir’, do poeta português Fernando Pessoa (1888-1935); “Morre lentamente quem não viaja”, do poeta chileno Pablo Neruda (1904-1973); e “O mundo é como um livro, e quem não viaja lê so,. mente a primeira página”, do filósofo Santo Agostinho (354 a.C.-430 a.C.) Todas essas sentenças se aplicam à vida do ator Caio Castro, 29 anos. Uma prova disso? Sempre que sai de férias, ele vai em busca de novas enturas. A última acontece a bordo de um motor-nome, veículo automotor de serve como alojamento. O desta empreitada, uma expedição batizada como Nomads, tem 8,5 m de comprimento e 20m² de área, bem equipado com cozinha, geladeira, camas, banheiro, sistema de TV, aquecedor, entre outros itens. Após seus últimos trabalhos na TV – Ele viveu Dom Pedro em Novo Mundo (Globo, 2017) e apresentou o Are You the One? (MTV,2018) Caio se juntou a dois amigos e partiu rumo à Europa com destino à Rússia, onde assiste aos jogos do Brasil na Copa do Mundo. A namorada, a modelo e digital influencer Mariana D’Ávila, com quem está há cinco meses, não ficou com o amado a viagem toda, mas foi ao local dos jogos para acompanhá-lo. “Nosso foco era chegar na Rússia e, a partir disso, fomos montando o roteiro com base em outros lugares que queríamos conhecer”, adianta.

Motor-Trailer-Nomads-Caio-Castro-Viagem-Russia-13 Motor Trailer na Reportagem da Revista Contigo  %Image Name

“Fizemos algumas reuniões para chegar no roteiro ideal”, conta ele, que percorreu cerca de 25 mil quilômetros passando por 19 países. “Nossa primeira parada no exterior foi em Portugal. O motor-home veio um pouco depois, de navio. Depois, passamos por Marrocos, França, Áustria, Alemanha, Noruega, Polônia e Ucrânia, até chegar na Rússia”. E para quem gosta-ria de sair pelo mundo afora assim como ele, é bom ficar atento à dica: “Vá! Não se prenda a nada, a coisas materiais, ao que podem pensar… Se você tem vontade e tem essa oportunidade, faça um bom planejamento e divirta-se”.

Como surgiu a ideia de embarcar em um motor-home e viajar pelo mundo? Logo que voltei da viagem que fiz de carro da Califórnia para o Brasil, em 2016, surgiu essa vontade de fazer outra parecida novamente. Passei o ano de 2017 bem focado no trabalho e, em meio a isso, veio a ideia de ir até a Rússia na Copa do Mundo. Mas, claro, não queria ir pelos meios tradicionais, quis aproveitar para conhecer diversos países e culturas.

Não seria mais fácil ir de avião? Poderíamos ter feito essa escolha para chegar mais rapidamente, mas a ideia era justamente ter essa experiência com o motor-home, conhecer vários países, culturas, poder viajar fazendo nossos horários. Para mim foi uma experiência ótima e muito enriquecedora!

De onde vem seu desejo por viajar, conhecer novas culturas? Costumo dizer que viajo para viver. Para mim, esta é a melhor forma de descansar a mente e renovar as ideias. Vejo como um privilégio a oportunidade de conhecer o mundo. Sem contar esta viagem, citaria a expedição CALIxBRA, foi algo incrível.

Você é conhecido por gostar de aventa-m” esportes… Sou apaixonado por aventuras. Tenho até uma tatuagem com a fórmula química da adrenalina. Esse projeto é mais uma ideia que, para alguns, pode ter sido considerado uma loucura, mas acreditamos na nossa ideia e agora estamos aqui.

Como escolheu seus companheiros de viagem, o JP e o Matheus? Meus amigos que foram comigo paras expedição CALIxBRA não podiam ir dessa vez. Queria encontrar dois companheiros que pudessem embarcar nessa aventura comigo. Já. conhecia o JP (Possos, artista plástico) há um tempo e conheci o Matheus (Coutinho, filmmaker) por conta do seu trabalho, ele é um ótimo filmmaker. Viramos grandes amigos, fiz o convite para ele também, que topou na hora.

Os outros antigos dizem o quê? Me mandam mensagem todos os dias perguntando se ainda tem vaga no motor–home (risos).

Motor-Trailer-Nomads-Caio-Castro-Viagem-Russia-11 Motor Trailer na Reportagem da Revista Contigo  %Image Name

Como se preparou física e financeiramente para a expedição? Nós já tínhamos uma rotina de atividade física e esportes radicais. Quem ainda não tinha o curso completo, precisou fazer, como o de paraquedas e o de mergulho. Sobre a questão financeira, nós trabalhamos muito para ter essa liberdade.

E com a comida, como fazem? É quase impossível fazer um estoque para tanto tempo, sem contar as leis que impedem o transporte de alimentos entre diferentes países. Estamos aproveitando as paradas para fazer as compras e preparamos a comida no próprio motor-home.

Qual foi a primeira sensação quando colocaram o motor-home na estrada? Foi uma sensação de que tínhamos uma “pessoa” a mais para tomar conta, uma casa ambulante.

Como dividiram funções como direção e o tempo de sono? Nos revezamos bem em relação a isso. Dividimos tarefas e cada um possui uma função: o JP tem um senso de direção e localização absurda, por isso cuida de to-da a programação e logística da trip; eu resolvo a parte de network e desenrolo as situações em alguns idiomas que sei falar; Matheus, que é diretor de fotografia, ficou responsável por toda a filmografia.

Que aventuras viveu nesses meses? Acho que não só pra mim, mas pra todos, passar a noite no pico de uma montanha no alto inverno em Innsbruck, na Áustria, com temperatura a menos 10 graus. Realmente foi tenso, ficamos em barracas e só enxergávamos neve em volta…Também mergulhamos em um rio congelado, onde tivemos que passar por 2 metros de gelo até chegar na água que estava a 1°C.

Enfrentou algum imprevisto? Imprevistos sempre acontecem e tentamos nos preparar ao máximo para lidar com essas situações. Algo que nos pegou de surpresa logo no início da viagem foi o mau tempo. Tivemos que esperar dois dias no Marrocos para o clima melhorar.

Acha que existe preconceito com as pessoas que decidem viajar desta maneira? No Brasil não é tão comum, mas em outros países é super normal… Realmente, o brasileiro não tem muito asse perfil, é algo mais comum em outros países do mundo. Mas acho que, cada vez mais, estamos investindo nisso, tanto para quem decide viajar fora quanto dentro do Brasil. Temos lugares lindos em nosso país que valem a visita. Inclusive, essa foi uma aposta do Nomads também. Antes de embarcamos para Portugal, fomos até algumas cidades brasileiras como Vitória (ES) e Florianópolis (SC).

Que público encontra na viagem? Encontramos pessoas de diversos países, e isso é o mais bacana. Não tem preconceito algum, pessoas de todas as idades, de diferentes culturas…

Do que sente maisfalta na viagem? A parte mais difícil, sem dúvidas, é ficar longe da minha família.

Na Rússia, mais especificamente, o que achou mais deferente de nossa cultura e da gastronomia? Acho que não tem como não citar o fato de que o sol está presente praticamente o dia inteiro. Quase não tem noite, isso é fantástico. Outra questão curiosa: a paixão dos russos pelas bebidas. Eles bebem vodka como nós bebemos cerveja (risos).

Ainda há algum lugar que sonha conhecer ou algo que deseja fazer, seja no Brasil oufora dele? Sim, ainda tenho muitos destinos em mente e quero me aventurar nos esportes radicais em muitos lugares. É isso que me move, que me dá energia.

Já tem algum projeto para voltar a trabalhar na TV? Por enquanto estamos focados na Copa, mas já pensando na volta para casa. Também faremos o trajeto da volta a bordo do motor home. Estou estudando alguns projetos na TV, mas só para o ano que vem.


Motor-Trailer-Nomads-Caio-Castro-Viagem-Russia-17-150x150 Motor Trailer na Reportagem da Revista Contigo  %Image NameMotor-Trailer-Nomads-Caio-Castro-Viagem-Russia-19-150x150 Motor Trailer na Reportagem da Revista Contigo  %Image NameO romance com Mariana D’Ávila, top catarinense, foi revelado ao público em janeiro. Ela acompanhou Caio nos Jogos da Copa do Mundo na Rússia

 

 

Fonte desta matéria: Revista Contigo

Imprensa Motor Trailer

Assessoria de Imprensa Motor Trailer - Redação

You May Also Like

guassalin-mt-1-270x220 Matéria na Tribuna de Minas  %Image Name

Matéria na Tribuna de Minas

0-270x220 Menção da Motor Trailer no Programa Todo Seu TV Gazeta  %Image Name

Menção da Motor Trailer no Programa Todo Seu TV Gazeta

5-270x220 Entrevista ao Canal Casa sobre Rodas  %Image Name

Entrevista ao Canal Casa sobre Rodas

5-1-270x220 Rede Globo - Programa Como Será  %Image Name

Rede Globo – Programa Como Será